Shenia Karlsson

Audre,és um elixir das deusas ancestrais…

Audre, Audre, és um elixir das deusas ancestrais, é um poema vivo e contemplativo!
Que convite sublime e ao mesmo tempo corajoso!
É preciso ter corpo, ter coragem e atitude para desconstruir a colonização histórica de nossas mentes.
O sistema opressor patriarcal que nos foi imposto, Audre nomeia de “norma mítica”-branca, heterossexual e magra. Ela se posiciona contra essa grande armadilha demarcando seu lugar.
Esse é o maior chamamento que Audre nos faz, o do posicionamento.Todo sujeito fala de um lugar social, não é mesmo?Ocupemos esse lugar!
.
Irmã Outsider é um copilado de ensaios que representa muito bem a complexidade desta mulher+negra+lésbica+
intelectual+pensadora+
professora+mãe+ativista.
Em suas várias provocações, a do sentir e do pensar me chamou a atenção. Estamos vivendo uma crise do sentir e interdições do pensar.
Sentir de outras formas, pensar através de outros vieses.
.
Como Psicóloga enfatizo sobre a necessidade de um espaço onde é permitido a circulação da raiva, se permitir usar e entender a raiva como possível engrenagem que nos leva ao avanço, a indignação como mola propulsora de desenvolvimento.
Sobre o uso do erótico como poder em corpos animalizados, objetificados e despotencializados,Audre é revolucionária quando levanta essa questão.
Esses são alguns exemplos da importância da validação do sentir, do sentir da mulher, do sentir da mulher negra. Que beleza!
Já leu Audre Lorde hoje?
#sheniakarlsson #papopreta #audrelorde #feminismonegro #feminismointerseccional #mulheresnegras #empoderamentofeminino #womanempowerment #blackwoman #autoamor #poderfeminino #negrasempoderadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *